domingo, 2 de março de 2014

QUANDO TROCAR PEÇAS (6)

FACILITAR A DEFESA
Na postagem anterior vimos como certas trocas teve o efeito de facilitar um ataque. Agora vamos voltar nossa atenção para o caso oposto : a troca de peças de ataque do adversário , a fim de facilitar a nossa tarefa defensiva. Uma ideia comum neste sentido é a troca das damas , que, se bem sucedido, tende a arruinar a maioria dos ataques .
O Campeão Mundial que mais se caracterizou pela força defensiva do seu jogo foi sem dúvida Tigran Petrosian. Era precavido tentava destruir o jogo do adversário e vencê-lo acumulando pequenas vantagens. Tinha um estilo único e pessoal. Na foto jogando contra Spassky no match pelo campeonato mundial em 1966.



Outro alvo comum de troca "defensiva" é bispo do rei, o que tende a desempenhar um papel importante em muitos ataques ao roque do rei, Petrosian usava esta técnica defensiva com frequência. Veja um exemplo tirado do primeiro jogo do match pelo campeonato mundial contra Spassky.


Tigran Petrosian foi jogador de xadrez melhor dotado para prevenir os ataques dos adversários. Pragmático, precavido, de técnica apurada e extremamente cuidadoso, levou às últimas consequências as teorias da escola hipermoderna de prevenção. Kasparov chegou a dizer em seu livro "Meus Grandes Predecessores" volume 3 que Petrosian era "o milagre da profilaxia".