domingo, 6 de maio de 2012

ESTUDO DA TÁTICA IX


ATAQUE DUPLO DE CAVALO

"Meu reino por um cavalo! Meu reino por um cavalo!"

Peça Ricardo III 

William Shakespeare

 

 O ataque duplo de cavalo é um dos mais temíveis e efetivos, pela peculiaridade de seu movimento, que permitem fazer combinações frequentes e de difícil previsão de cálculo. Como o cavalo não é uma peça de movimento linear que se percebe mais facilmente as ameaças, está claro que contra o cavalo deve-se ter um cuidado mais detido, já que os objetivos atacados podem encontra-se a várias colunas e ao mesmo tempo várias filas de distância, com uma disposição de peças que do ponto de vista geométrico, só tem em comum a mesma cor da casa em que se encontram. 

 (1) EXEMPLO 1


Muito elementar 1.Dxb3+ Rxb3 2.Cd4+ Rc4 3.Cxc6 1-0

(2) EXEMPLO 2


Esta posição tem similaridade com a anterior, pois sua execução é mais bonita. 1.De1+ Rc2 [se 1...Rxe1 2.Cxd3+ Rd2 3.Cxf4 ganha facilmente.] 2.Dc1+ Rb3 3.Db2+ Rc4 4.Db4+ Rd5 5.Dd6+ Rc4 6.Dc5+ Rb3 7.Db4+ Rc2 uma longa viagem de ida e volta, o rei preto não tem mais remédio que tomar a dama. 8.Db2+ Rxb2 9.Cxd3+ com triunfo seguro. 1-0

(3) Guymayer


Este é um final de partida jogado há tempo. 1.De4 ameaçando dar mate com Dh7 e Dh8. As pretas em vez de defender-se com Rf8, jogou errada mente: 1...g6 permite as brancas obterem vantagem, baseadas no tema do xeque duplo. 2.Dxe8+ Dxe8 3.Cxf6+ ganhando uma peça de vantagem. 1-0

(4) Zukertort


Nesta partida, o grande mestre do século passado, Zukertort, nos brinda com um elegante exemplo sobre o tema tratado. 1.Db5!! Dxb5 2.c8D+ Rf7 3.Dxe6+! Rxe6 4.Cc7+ seguido de Cxb5. 1-0

(5) Troitzki


Este é um final composto pelo grande finalista Troitzki que nos brinda com este exemplo uma bonita manobra ilustrativa do tema. 1.Tc8! Dxc8 a qualquer casa que se retirar a dama, ficará ao alcance do xeque duplo. 2.Cf5+ Rc5 para escapar do xeque duplo de cavalo em e7 e d6, pois ... 3.b4+! Rc6 4.Ce7+ Rc7 5.Cxc8 Rxc8 6.h4 Rd8 7.a4 as brancas ganham, coroando livremente um de seus peões de a ou h. 1-0

(6) Stamma


A primeira vista se aprecia aqui uma possível posição de xeque duplo e ela faz descobrir a manobra ganhadora. 1.Td8+ Rb7 2.Tb8+! Rxb8 3.Cc6+ Rb7 4.Cxe5 e ganham as brancas 1-0

(7) Rinck


Também este é um final composto. Se trata de uma obra do compositor Enrique Rinck, de fama mundial, que nos oferece aqui uma bonita manobra baseada no tema do xeque duplo. Vejamos: 1.Ae3! a1D 2.Ad4+ Dxd4 3.Ce6+ seguido de Cxd4 e ganhando. 1-0

(8) Ataque duplo de cavalo


Outra posição instrutiva. O procedimento ganhador é muito interessante. 1.Tc8+! Txc8 2.Dxa7+! Rxa7 3.bxc8C+ e depois de Cxe7 as brancas estarão em posição ganhadora. 1-0

(9) Richter - Leonhardt
Duisburg, 1929


1.Txg7! Txg7 2.Cxe6+! Txe6 3.Dxg7+ Re8 4.Td1 e as pretas abandonaram 1-0

(10) Schevers


O final é composto, pois de bonito arremate. 1.Tf4+ Rb5 2.Tf7! explorando o tema do xeque duplo. 2...Dc5 3.Tf5! d5 4.Txd5 Dxd5 5.Cc7+ 1-0

(11) Flander


Elegante final de partida em que as brancas realizam com êxito uma brilhante manobra baseada em xeque duplo. 1.Ah7+ Rh8 2.Ag6!! Cf6 3.Axf7 Db4 [se agora 3...Txf7 ; ganham as brancas com o duplo ao rei e a dama, em g6. Se as pretas pretendem escapar desse duplo, as conseqüencias são piores. Por exemplo: 4.Cg6+] 4.Cg6+ Rh7 5.Cxf8+ Rh8 6.Dh7+!! Cxh7 7.Cg6# 1-0

(12) Kling


1.Cb6+!! Rb8 [1...axb6 2.Ta2+ Rb8 3.Ae5+ Rc8 4.Ta8#] 2.Th2!! Dxh2 3.Ae5+! Dxe5 4.Cd7+ e ganham. 1-0

(13) Bogoliubow
Estocolmo, 1920


A exposta situação em que se encontra o rei preto e o domínio que exercem as brancas, com todas as suas peças convenientemente situadas para o ataque, permitem a realização de uma lúcida manobra que tem como base o xeque duplo. 1.Txe7+! Txe7 2.Chxf6+ gxf6 3.Cxf6+ Rd8 4.Dxc6 e as pretas abandonaram sem defesa satisfatória. 1-0

(14) Laws,G


A posição deste final é, em aparência, crítica para as brancas, pois dispõem de uma manobra ganhadora que se efetua tendo como base o xeque duplo ao rei e a dama. 1.Ac4! Dxc4 2.d7+! Rxd7 3.e8D+ Rxe8 4.Cd6+ após Cxc4 o jogo está ganho para as brancas. 1-0

(15) Anderssen


1.Th3 Dg4 2.Ch6+! gxh6 3.Tg3 e ganham. 1-0

(16) Andreiev - Dolokhanov
Leningrado, 1935


As pretas encontraram em suas análises uma brilhante manobra para chegar ao um feliz término do tema do xeque duplo. 1...Txh2!! 2.Txh2 Dxa3 3.bxa3 Axa3+ 4.Rb1 Cc3+ 5.Ra1 Ab2+! 6.Rxb2 Cxd1+ seguido de Cxd3 ganhando. Agora se aprecia o valor da elegante jogada inicial da combinação (1...Txa2), que tinha por objetivo deixar indefesa a torre branca de d1. 1-0

(17) Euwe,M - Davidson
Holanda, 1925


1.Dd8+ Rg7 2.Dxf6+ Rxf6 3.Cxe4+ Re5 4.Cxc5 e as brancas ganharam facilmente o final de peões. 1-0

(18) Alekhine,A - Euwe,M
Match - Campeonato Mundial, 1935


Um exemplo do Campeonato Mundial que ilustra bem o xeque duplo de cavalo como recurso para um empate. 1.Cxg6! Ce3+ 2.Rf2 Cxc2 3.Cf8+ e empate. 1/2-1/2

(19) Euwe,M - Bogoljubow
Marish-Ostrau, 1923


As brancas têm debilitado consideravelmente a sua posição e ela permite que as pretas realizem uma combinação, baseada no xeque duplo ao rei e a dama, com vantagem efetiva. 1...Axf2+! 2.Rxf2 Dxc3 3.Dxc3 Ce4+ 0-1

(20) Somov,E. N.


Aqui uma esplendida composição do finalista soviético E. N. Somov, que nos permite apreciar o tema do xeque duplo em uma de suas formas elegantes. 1.Ad6+! cxd6 2.Rc3! ameaçando mate. 2...Ra2 3.Tb2+ Ra3 [3...Ra1 4.Cc2#] 4.Tb7! novamente tem de evitar o mate. 4...Ra2 5.Rc2 Ra3 6.Ta7+ Rb4 7.Cc6+! ganha a dama e o jogo. 1-0

(21) Duras - Spielmann
Viena, 1907


A dama preta está indiretamente defendida pela torre em e1. Pois as brancas encontraram uma manobra ganhadora com o tema em questão. 1.Td8+! Rxd8 [Especulando, pois 1...Txd8 segue simplesmente 2.Axc5] 2.Cb7+ e ganham. 1-0

(22) Newmann,M. B.


Agradável e brilhante composição artística em que se destaca bem o tema. 1.Ab5+!! Dxb5 [1...Cxb5 2.Cc5+ Rxa3 (2...Ra5 3.Cc4#) 3.Cc2#; 1...Rxb5 2.Cd6+] 2.Cc3+ Rxa3 3.Cxb5+ Cxb5 4.h6 Cd6 tentando anular a vitória das brancas com Cf7. 5.Cc4+! Cxc4 6.h7 e ganham. 1-0

(23) Grunfeld - Eliskases,Erich
Viena, 1935


Nesta posição Eliskases arremata o jogo em lúcido estilo, com uma manobra baseada no xeque duplo de cavalo. 1...Txh2+! 2.Txh2 Txh2+ 3.Rxh2 Cf3+! e ganham a dama e a partida. 0-1

(24) Exemplo 24


Outra manobra típica no tema do xeque duplo. 1.Dxd6! Dxd6 2.Ta8+ Rh7 3.Th8+ Rxh8 4.Cxf7+ com jogo assegurado, após Cxd6. 1-0

(25) Charusek - Makowetz


Posição simples, de uma partida de mestres. 1...Txh2+ 2.Rxh2 Th8+ 3.Rg1 Ce2+ 1-0

(26) Exemplo 26


Bonito exemplo de combinação que tem como base o xeque duplo com o cavalo ao rei e a dama, para sair com vantagem de material. 1...Dxf1+! 2.Rxf1 Cd2+ 3.Rg1 Te1+ 4.Rh2 Cf1+ 5.Rg1 Cg3+ 6.Rh2 Cxf5 e as pretas ganham com facilidade o jogo, pois tem agora uma torre de vantagem. 0-1

(27) Rinck,E


Outro exemplo instrutivo sobre o duplo ao rei e a dama com o cavalo. 1.Ce4 Dh6 2.Th7! Df8+ 3.Cd6+ Rd8 4.Th8 Dxh8 5.Cf7+ e ganham. 1-0

(28) Rinck,E


Composição elegante! se vê claramente que o peão preto de c3 ou o de e4 não podem ser detidos. Pois as brancas dispõem de uma bonita manobra para ganhar o jogo, mediante o tema do xeque duplo. 1.Cd5! c2 2.Ce3 c1D+ 3.Cc4+ Ra4 [3...Ra6 4.Ac8#] 4.Ad1+! Dxd1 5.Cb2+ seguido de Cxd1. 1-0

(29) Sokol`skij - Botvinnik
URSS, 1938


1...Txc5 2.Axc5 Cf3+ 3.gxf3 Axf3 4.Dc2 Axd1 5.Dxd1 Dg5+ 0-1

(30) Bogoljubov - Mueller,H
Triberg, 1934


1.Cd5! Dc5 [1...cxd5 2.c3! Txe4 3.Da7+-; 1...Cxd5 2.exd5 Txd5 (2...Axd5 3.c3+-) 3.Da7 Txe5 4.Da8++-] 2.Dxd4!! Dxd4 3.Ce7+ Rd8 4.C7xc6+ bxc6 5.Cxc6+ 1-0

(31) Petrosian - Simagin
Moscou, 1956


1.Da8+ Rg7 2.Axe5+! Dxe5 3.Dh8+! Rxh8 4.Cxf7+ e as pretas abandonaram 1-0