terça-feira, 7 de janeiro de 2014

O ESTUDO DO CENTRO (XI)

CENTRO FIXO
Geralmente se estabelece com peões em d4 contra d5 e as colunas "e" e "c" abertas. Similar situação pode ocorrer com os peões de e. Se há uma formação fixa, então o jogo se dará ao redor dos pontos centrais que cada bando domina, onde se buscará estabelecer suas peças, também são frequentes os avanços laterais de peões para desalojar peças que incidam sobre o centro. Este tipos de centro podem surgir em muitos sistemas de abertura: O Gambito da Dama, Defesa Francesa, Defesa Nimzo-índia, Defesa Siciliana, Defesa Petrov etc.   
A partida  Karpov contra Morovic é temática na abordagem de um centro fixo. Veja a estratégia do grande Karpov para ganhar esta partida.



A rivalidade Kasparov vs Karpov foi a maior que o xadrez conheceu. Entre as muitas partidas disputadas pelos dois, selecionei duas abaixo que mostram a luta estratégica correta no centro fixo.

 A avaliação da posição com peões isolados simétricos é determinada pelos fatores posicionais seguintes: 1) A posse das colunas abertas 'c'  e 'e' , a possibilidade para os usar para invadir o campo  do oponente (aqui a pessoa deveria se lembrar de que a coluna "c" é mais importante, como é normalmente mais difícil de evitar a invasão lá que ao longo da coluna "e").  2) Possibilidade para exercer pressão no peão isolado do oponente. 3) A relação  de peça "cavalo bom" contra "bispo mau" ou " bispo bom" contra "bispo mau". Conforme estes fatores, os planos principais para ambos lados estão baseado em agarrar as colunas abertas  c - e e, organizar pressão no peão isolado do oponente e troca posicional que seja vantajosa para aquela estrutura de peões particular em relação as peças.   


Veja esta última partida em vídeo comentada em inglês