quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

MINHAS PARTIDAS SELETAS (3)

 
"A PRENSA HIDRÁULICA"

MF Roberto Andrade
MF Carlos Pinto











O Torneio Memorial "Mônica Rohrer" foi realizado no espaço da pousada "Tenda do Cume" na paradisíaca praia de "Canoa Quebrada" - Aracati - CE. Foi um dos eventos mais memoráveis, principalmente, pela boa participação que tive e por uma partida em especial que realizei contra o mestre FIDE Roberto Andrade na penúltima rodada do torneio. Uma vitória que acendeu uma rivalidade sadia e profícua no xadrez potiguar.

Pinto,Carlos - Andrade,Roberto [A08]

Torneio Memorial "Mônica Rohrer"
  Aracati - CE , Canoa Quebrada, 31.03.2002

[Pinto,C]

1.e4 c5 2.Cf3 Cc6 3.d3 g6 gosto de jogar o Ataque Índio do Rei contra a Defesa Siciliana, principalmente quando não se utiliza por parte das pretas a jogada d6.

4.g3 Ag7 5.Ag2 Cf6 6.0-0 d5 7.Cbd2 0-0 8.Te1 dxe4 9.dxe4 Dc7 10.c3 h6 [poderia ser uma das opções 10...Td8 11.De2 Cg4 12.Cc4 Cge5 13.Cfxe5 Cxe5 14.Af4 Ae6 15.Ce3 Da5 16.Cd5 Td7 17.h3 Tc8 18.Ag5 Axd5 19.exd5 c4 20.h4 Te8 21.De4 h6 22.Axh6 Cd3 23.Axg7 Cxe1 24.Ad4 Cd3 25.h5 Strikovic,A-Mascarinas,R/Geneve 1991/CBM 21 ext/1-0 (45)]

11.Dc2 escolhi este lance baseado em um "setup" da Defesa Índia do Rei, mas com freqüência jogo também a dama em e2, quando nos esquemas idealizados pelo grande Chigorin. Outras alternativas são: [11.Cc4 Ag4 (11...Td8 12.Dc2 e5 13.Ce3 Ae6 14.b3 Td7 15.Ab2 Tad8 16.Tad1 Txd1 17.Txd1 Txd1+ 18.Cxd1 c4 19.b4 b5 20.Ce3 a5 21.a3 axb4 22.axb4 Af8 23.Ce1 Ce7 24.Ac1 Ac8 25.Dd1 Ab7 26.Cg4 Cxg4 27.Dxg4 Dd6 28.De2 Cc8 29.Ae3 1/2-1/2 Fiedler,W-Weigert,W/Bayern 1999/EXT 2000 (29)) 12.a4 Tad8 13.Dc2 Dc8 14.a5 Cd7 15.Ce3 Cde5 16.Cxg4 Dxg4 17.Cxe5 Cxe5 18.Ae3 b6 19.axb6 axb6 20.Ta7 Td6 21.Txe7 Tfd8 22.Ta7 h5 23.h3 Cf3+ 24.Axf3 Dxf3 25.Af4 Td1 Ralis,P-Salai,L/CZE-chT 9495 1995/EXT 97/1/2-1/2 (52)]

11...Ag4 12.h3 Ae6 13.Cb3 para completar rapidamente o meu desenvolvimento com ganho de tempo, ameaçando o peão de c5 e liberando a diagonal c1-h6 para a saída do bispo, pois as pretas basicamente estão melhores desenvolvidas. Lembrar que o centro ainda não está definido, havendo uma coluna central "d" para ser disputada e a casa d5 que pode ser ocupada por uma peça branca(no caso um cavalo de preferência), dependendo do desenrolar da posição. Portanto o momento é ainda de indefinição e falta de clareza nos planos de ambos os lados e o equilíbrio é mantido.

13...Cd7 14.Af4 Cce5!?


Agora ficou claro que as pretas usam como base para seus cavalos a casa e5, com a idéia de ganhar espaço na ala da dama avançando o peão c5 e ocupar como ponto forte a casa d3 fraca das brancas. [14...Cde5!? 15.De2 (15.Cxc5?! Axh3 16.Cxe5 Cxe5 17.Cd3 Axg2 18.Rxg2= ) 15...b6 16.Tad1 Tad8 17.Cxe5 Cxe5= ]

15.Cbd2 Tad8 o preto prepara c4. 16.b3 consolidando ação em c4. Impedindo as pretas de avançar c5-c4, criando uma fraqueza no campo branco em d3, podendo ser utilizada como ponto avançado para instalação das peças pretas(cavalo, torre e outras).

16...Da5 17.Tac1 b5 18.Rh2 c4 as últimas jogadas das pretas foram orientadas coerentemente dentro do plano traçado por elas na jogada no lance 14...Cce5!?. Agora elas efetuaram o avanço c4, ganhando mais espaço na ala da dama e um posto avançado em d3 para instalar um "Cavalo de Steinitz ".

19.b4 Db6 20.Ae3 Da6 21.Af1?!-/+



Nesta posição é clara a vantagem das pretas que efetuaram com eficácia seu plano denunciado na jogada 14...Cce5!?. Este é um momento crítico do meio-jogo, vejamos: a fraqueza branca em d3 determina o ponto alvo das pretas e sua exploração de forma correta resultará em uma vantagem material, porém as pretas não previram o potencial ativo das peças brancas que provocará na partida uma reviravolta inesperada. [>=21.Tcd1!?=/+ ]

21...Cd3 22.Axd3 cxd3 23.Dxd3 Ce5 [23...Axa2? 24.Ta1 Ce5 25.Dc2 Cxf3+ 26.Cxf3+/= ]

24.Df1 Cd3 25.Cd4  neste momento pensei: "perco a qualidade, mas melhorarei a atividade de minhas peças".

25...Cxe1 26.Txe1 Ac4?!=/+ [26...Dc8 27.Dxb5 Dxc3 28.Cxe6 fxe6 29.Te2=/+ ]

27.Cxc4 bxc4 28.a4! e5?=



Este lance é um erro, porque faz do bispo bom das pretas um bispo mau e as brancas aproveitam para tomar a iniciativa na ala da dama com o perigoso avanço dos seus peões. Agora consegui através do dinamismo das peças brancas equilibrar novamente a posição. [>=28...Axd4!? 29.Axd4 Td7=/+ ; 28...Dxa4?? 29.Ta1 e cai o peão a7 e c4, além da boa coordenação das peças no ataque das brancas, como a torre na sétima o peão passado "b" e depois o peão "c"(quando o fraco peão c4 será tomado pela dama em f1) com clara vantagem das brancas.]

29.b5 ganhando tempo na dama preta, para colocar o cavalo branco em c6 com poderoso contra-ataque na ala da dama.

29...Db7 [29...Dxa4?? 30.Ta1+- ganhando a dama.]

30.Cc6 Td3 31.Cxa7?!=/+ [>=31.Ac5 este lance daria as brancas melhor posicionamento no jogo. 31...Ta8= ]

31...Txe3?! aparentemente bom, mas as pretas apenas devolvem a iguadade dinâmica no jogo. [31...Dxe4? 32.Axh6 Da8 33.Axg7 Rxg7 34.b6+/= ; 31...Txc3?! 32.Cc6 Ta8 33.Ta1= ; 31...Ta8! 32.b6 Txe3 33.Txe3 Dxb6 34.Cb5 Txa4 35.Db1 Ta5-+ ]

32.Txe3 Dxa7 33.Dxc4 Ta8 34.Tf3 Td8+/- as pretas começam a dar sinais de incerteza e dúvida quanto ao seu plano, movendo a torre duas vezes sem eficácia. [34...Db7!?= seria uma idéia interessante.]

35.a5 as brancas começam a descarregar fortes golpes

35...Dxa5 36.Dxf7+ [36.Txf7!? Rh7 37.Dc6+/= ]

36...Rh8 37.Dxg6 Dxb5 38.Tf7 Tg8



Interessante a posição, veja que a torre branca em f7 e a dama g6 paralisam as peças pretas(Tg8 e Ag7). A disposição acima citada lembra uma "prensa hidráulica", onde a pressão exercida em um ponto se propaga com igual força por todo tabuleiro. Neste momento a dama preta é escrava da defesa do rei, é como se as brancas tivessem uma torre a mais. A cada avanço de peão seja na ala da dama como do rei é mortal.

39.g4 De2 40.g5 hxg5??+- um erro decisivo, não há solução para a posição das pretas. [40...Dd2 41.h4 Dc1+- (41...Dxc3?? capturar o peão é um erro 42.gxh6 ganha o jogo.) ]

41.c4 As brancas estão em ZUGZWANG! [41.c4 Dd1 42.c5+- (42.Dxg5?! Dd6= ) ] 1-0