terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A "IMORTAL"

Esta postagem é dedicada ao Sr. Luis Soares de Macedo - o nosso "Paladino do Xadrez Nordestino"

Um exemplo de vida no xadrez e no xadrez da vida!


A "IMORTAL"

Esta obra-prima do xadrez é , sem dúvida, a partida mais conhecida e admirada pelos enxadristas de todo mundo. Foi analisada inúmeras vezes e, apesar de apresentar lances incorretos de ambos os lados, a partida não perdeu nem um pouco de sua extreodinária beleza. O sonho de todo enxadrista é ganhar o jogo com um xeque-mate rápido. Esse assunto nunca fica velho. Vamos agora ver as partidas dos clássicos, onde é mais fácil aprender quando um jogador é significativamente mais forte que o outro, e o plano pode ser seguido do começo ao fim sem interrupções. Atualmente, a arte da defesa no xadrez melhorou acentuadamente, fazendo com que isto fique mais difícil de aprender métodos e idéias básicas de partidas de grandes mestres. Lembre-se que todos grandes mestres estudaram as partidas clássicas.


Anderssen
"Ataque, sempre ataque"




Anderssen,Adolf - Kizeritsky,Lionel [C33]

Londres, 1851

[Kasparov/Euwe/Steinitz/Pinto,C]

1.e4 e5 2.f4 O Gambito do Rei é a abertura mais característica da época romântica do xadrez. O principal objetivo é atacar diretamente ao rei mediante sacrifícios e combinações brilhantes. Hoje em dia é jogado por jogadores como Spassky, Bronstein, Keres e mais recentemente por Judit Polgar. 2...exf4 3.Ac4 as brancas permitem o xeque da dama preta em troca de um maior desenvolvimento de suas peças. Isto leva para posições complexas e interessantes. 3...Dh4+ foi comprovado que 3....Cf6, é a melhor estratégia. O lance do texto leva as pretas a perderem muito tempo com a sua dama. 4.Rf1 b5?
com a intenção de desviar o bispo branco de sua melhor diagonal(a2-f7). 5.Axb5 Cf6 6.Cf3! Dh6 [atualmente se considera melhor >=6...Dh5 7.Cc3 (7.e5 Cg4 8.d4 Ce3+ 9.Axe3 fxe3 10.Cc3+/-) 7...Ab7 8.Ac4 Cxe4 (8...Ab4 9.d3 Axc3 10.bxc3 g5 11.h4) 9.Cxe4! d5 10.Ab5+ c6] 7.d3 o branco defende o peão de e, e seu bispo ataca o peão de f4 que é defendido pela dama preta, criando opções táticas. As pretas perderam a melhor chance do roque com Ae7, mas há mais de 150 anos os jogadores de xadrez prefereriam encontrar desafios. [>=7.Cc3 Ab7 (7...g5 8.d4 Ab7 9.e5 Ch5 (partida Raphael-Morphy, Nova Iork, 1852)) 8.De2 Ab4 9.e5 Ch5 10.Tg1 0-0 11.d4 Db6+/-] 7...Ch5?! [outra possibilidade seria 7...Ac5 8.d4 Ab6 9.Cc3 Ab7 (partida Anderssen-Polimächer, 1852) 10.Ad3 g5 11.Tg1=/+] 8.Ch4?! este lance não é ruim, pois ataca e defende ao mesmo tempo. [segundo análises mais recentes >=8.Tg1 Db6 9.Cc3 c6 10.Ac4 Dc5 11.De2 Aa6 12.Axa6 Cxa6 13.d4 Da5 14.Ce5 g6 15.Cc4 Dc7 16.e5~~] 8...Dg5? Neste jogo as pretas violaram três princípios básicos da abertura, que são: 1) Saiu com a dama prematuramente; 2) Moveu a mesma peça(dama) mais de uma vez; 3) Evitou fazer o roque, quando era possível. [8...g6 9.g4 Cf6 10.Cg2 Dh3 11.Axf4 Cxg4 com vantagem do preto.] 9.Cf5 c6!?
[a alternativa era 9...g6 10.h4 Cg3+ (10...Df6 11.Cc3 c6 12.Aa4 (12.Ac4 d5) 12...Ca6 com vantagem para as pretas.) 11.Re1 (11.Cxg3 Dxb5 (11...Dxg3 12.Th3+/-) 12.Cc3 De5 13.Cge2 Ah6 14.g3 f3 15.Cf4+/- e as brancas estão melhores) 11...Df6 12.Cxg3 fxg3 13.De2 ou (13.Df3 lance sugerido por Steinitz e que dá a vantagem às brancas.) ] 10.g4? [posteriormente se considerou que a melhor continuação seria. 10.Aa4 g6 11.Cg3 Cxg3+ 12.hxg3 Dxg3 13.Cc3 Ac5 14.De1 Dxe1+ 15.Rxe1 g5 16.Th5 Ae7 17.g3+/-] 10...Cf6
[10...g6 11.Cd4 Ag7 12.c3 Axd4 13.cxd4 Dxb5 14.Cc3 Db6 15.gxh5 Dxd4 16.Df3 Aa6 17.Re2 g5 18.Td1 d6-/+] 11.Tg1! um bonito e intuitivo sacrifício valente do bispo! O branco está decidido que o tempo é mais importante que o material. 11...cxb5? [>=11...h5 12.h4 Dg6 13.g5 Cg4 14.Cc3 (14.Aa4 d5 15.Cd4 Ac5 16.c3 Axd4 17.cxd4 dxe4-/+) 14...cxb5 15.Cd5 Ca6 (15...d6?! 16.Cd4; 15...Ad6?! 16.Cxf4 Axf4 17.Axf4) 16.Axf4 Ab7 17.c4 Axd5 18.cxd5 Db6-/+] 12.h4! Dg6 13.h5 Dg5 14.Df3 ameaça ganhar a dama com 15.Axf4 14...Cg8 [Euwe propôs continuar com 14...Cxg4 15.Txg4 Dxh5 16.Axf4+/-] 15.Axf4 Df6 16.Cc3 um triunfo estratégico da abertura branca! Elas têm somente um peão pela peça, mas seu desenvolvimento é opressivo. As ameaças 17.Cd5 e 17.Cxb5 são muito desagradáveis. 16...Ac5? [>=16...Ab7 17.Cd5! Axd5 18.exd5+-] 17.Cd5 [>=17.d4! seguido de 18.Cd5] 17...Dxb2
18.Ad6?!

Este é o lance talvez mais controvertido da partida. é duro criticar o jogo imortal. Euwe escreveu: "o começo de uma brilhante combinação, cuja precisão, não obstante, é duvidosa". Apesar de a análise posterior, que detalharemos a seguir, tentar demonstrar que se trata de um lance incorreto, na realidade é um movimento de extreodinária beleza em que Anderssen sacrificou nada menos do que duas torres. [>=18.Ae3!? Dxa1+ 19.Rg2 Db2 20.Axc5 Dxc2+ 21.Af2 as pretas estariam em apuros, mesmo tendo uma torre a mais.; as brancas deixam escapar a possibilidade de ganhar facilmente(como seria lógico): 18.d4 Dxa1+ (18...Af8 19.Cc7+ Rd8 20.Te1+-) 19.Rg2 Db2 20.dxc5 Ca6 21.Cd6+ Rf8 22.Ae5 Dxc2+ 23.Rh3 f6 24.Cxf6+-] 18...Axg1? o mundo do xadrez é grato a Kizeritsky por permitir uma combinação tão bonita. [outra possibilidade seria 18...Dxa1+ 19.Re2 Db2! 20.Rd2 como sugeriu Steinitz, e agora: 20...g6 (20...Axg1 21.e5 Aa6! 22.Cc7+ Rd8 23.Dxa8 Ab6 24.Dxb8+ Ac8 25.Cd5 Aa5+ 26.Re3 Dxc2=/+) 21.Te1 (21.Tb1 gxf5 22.Txb2 Axd6 23.e5 Axe5 24.De3 d6 25.d4 Ab7 (25...Rd8 26.dxe5+/-) 26.Cc7+ Rd8 27.Cxa8+/-) 21...Ab7 22.Axc5 Axd5 23.exd5+ Rd8 24.Ad4 Db4+ 25.Ac3 Dc5 26.Ce3+/-] 19.e5! uma jogada "tranquila" que ameaça 20.Cxg7+ Rd8 21.Ac7++. Este empurrão de peão corta a proteção da dama preta de g7, enquanto as outras peças estão impossibilitadas de ajudar. 19...Dxa1+
 [19...Aa6 20.Cc7+ Rd8 21.Cxa6 Dxa1+ (21...Ab6 22.Dxa8 Dxc2 23.Dxb8++/-) 22.Re2 e as brancas ficariam melhores. ]


20.Re2 as pretas têm duas torres e um bispo a mais, mas estão perdidas porque não há defesa para o seu rei. 20...Ca6 [20...f6 21.Cxg7+ Rf7 22.Cxf6 Ab7 (22...Rxg7 23.Ce8+ Rh6 24.Df4#) 23.Cd5+ Rxg7 24.Df8#] 21.Cxg7+ Rd8
22.Df6+!! um efetivo sacrifício final. 22...Cxf6 23.Ae7#
1-0

ALGUMAS CONCLUSÕES HÁ SEREM TOMADAS DESTE JOGO:
1) Os fatores cruciais da estratégia de aberturas são desenvolvimento rápido de peças assim que possível.
2) O tempo é mais importante do que o material. Especialmente quando o rei atacado encontra-se inseguro. Não despedice nenhum tempo na abertura.
3) Várias coisa como um peão obtruindo o desenvolvimento de peças, movimentos de peões como a3, h3, h6 são perdas de tempo que levam a catástrofe na abertura.
4) Um jogador sempre procura abrir a posição quando o monarca do oponente está no centro.