segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

AS GRANDES BATALHAS DA HISTÓRIA - A REVOLTA DE ESPÁRTACO


Entre 73 e 71 a.C., um bando de escravos fugidos —originalmente um pequeno quadro de cerca de 70 gladiadores fugidos, que cresceu até ser um bando de 120 000 homens, mulheres e crianças— deambulou pela província romana da Itália assaltando-a com relativa impunidade sob comando de vários líderes, incluindo o famoso gladiador-general Espártaco. Os adultos capacitados deste bando constituíram uma força armada efetiva que demonstrou repetidas vezes a sua capacidade para resistir o exército romano, das patrulhas locais da Campânia às milícias romanas e às qualificadas legiões sob comando consular. Plutarco descreveu as ações dos escravos como uma tentativa de escaparem dos seus amos e fugir através da Gália Cisalpina, enquanto Apiano e Floro retratam a revolta como uma guerra civil na que os escravos fizeram campanha para capturarem a própria cidade de Roma.