quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

MINHAS PARTIDAS SELETAS (28)

SIMPLIFICANDO PARA GANHAR

Thiago Chellappa


MF Carlos Pinto usando
o Conceito de Capablanca da Simplificação

Chellappa,Thiago - Pinto ,Carlos [B02]
I Aberto Xadrez Potiguar Natal (2), 27.05.2006
[Pinto,C]

1.e4 Cf6 2.Cc3 d5 3.exd5 Cxd5 4.Cxd5 [mais comum é jogar 4.Ac4 e6 5.Cf3 Ae7 6.0-0 0-0 7.d4 b6 8.Ce4 Ab7 9.De2 Cd7 10.Td1 c5 11.Ab5 cxd4 12.Cxd4 Dc7 13.c4 C5f6 14.Cxf6+ Cxf6 15.Ae3 Tac8 16.Tac1 Tfd8 17.Aa4 De5 18.Ac2 Ac5 Bisguier,A-Keres,P/Tallinn 1971/Inf 11/0-1 (35)] 4...Dxd5 5.Df3!?

as brancas realizaram várias trocas que demonstraram uma tendência simplificadora que de forma alguma as favorecem, sem preocupar-se em manter a iniciativa do primeiro lance. Agora tentam as trocas de damas, mas as pretas já podem tomar a iniciativa com a próxima jogada. [outra alternativa seria 5.d4 Cc6 6.Cf3 Ag4 7.Ae2 0-0-0 8.c3 e5 9.0-0 exd4 10.cxd4 Ad6 11.Ae3 Rb8 12.h3 Ad7 13.Dc2 f6 14.a3 Tde8 15.Tfd1 Ce7 16.Dc4 Ac6 17.Dc1 g5 18.Ce1 h5 19.Af3 Df5 Alburt,L-Vasiukov,E/USSR (ch) 1967/Inf 05/0-1 (32)] 5...Dc5 esquivando-se da troca para ganhar a iniciativa [5...Dxf3 6.Cxf3 Af5 7.Cd4 Ag6=] 6.Db3 Cc6 7.c3 e5 8.Ac4 De7 9.Dc2 Ae6 10.Axe6 Dxe6 11.d3?

Devo dizer que todo comportamento até agora das brancas é de está jogando para empatar ou com muito respeito(medo) das pretas. [>=11.Cf3!?= salva a posição, dando margem para o roque pequeno e igualar em desenvolvimento a posição.] 11...0-0-0 12.Ag5? outro mau lance que leva a perda de material por parte das brancas. [era melhor >=12.Cf3 Dg6 13.0-0 Dxd3-/+] 12...f6?! [>=12...Dg4!? 13.Axd8 Dxg2-+; 12...Dg6-+; 12...Dd5-+] 13.Ae3-/+ a posição exposta do rei branco continua no centro precisando definir para qual lado rocar 13...Dd5 dupla ameaça simultânea ao peão d3 e g2. 14.f3 [menos ruim 14.Cf3 Dxd3 15.Dxd3 Txd3 16.Re2-/+ completando o desenvolvimento em compensação dos peões.] 14...Dxd3 ganhando o peão de d3 que materializa uma grande vantagem para as pretas. 15.Dxd3 Txd3 16.Re2 Td7 toda a simplificação ocorrida favorece as pretas que detêm a vantagem material, este conceito da simplificação foi muito valorizado pelo grande mestre cubano "Capablanca". 17.Td1 Ae7 18.Ch3 já tarde as brancas completam seu desenvolvimento de peças. O plano preto é levar a s trocas das torres pela coluna "d" e fazer valer a vantagem de um peão em um final de peças menores. 18...Thd8 19.Txd7 Rxd7 aproximando o rei do centro que tornar-se-á uma grande peça de ataque no final. 20.Td1+ Re6 21.Txd8 Axd8 pronto uma parte do plano foi completada com o desaparecimento das torres. 22.Rd3 a6 23.a4 Ce7 o cavalo ocupará uma casa central mais ativa. 24.b3 Cf5 25.Af2 c6 26.g4 Cd6 27.Ac5 b5 28.Cf2 Cb7 29.Ce4 g6 [não presta 29...Cxc5+?! 30.Cxc5+ Rd5 31.Cxa6 bxa4 32.Cb4+ Rd6 33.bxa4= e as pretas perdem a vantagem material.] 30.Ae3 f5 o avanço do peão f5 desaloja o cavalo branco da boa casa e4. 31.Cc5+ Cxc5+ 32.Axc5 Rd5 agora o final de bispos de mesma cor com um peão a mais e vários outros sobre o tabuleiro, as pretas preparam o avanço e4. Missão para as pretas agora é criar um peão passado. 33.Ae3 e4+ 34.fxe4+ fxe4+ 35.Rc2 h5 36.gxh5 gxh5 37.h3 Re5 38.c4 Aa5 39.axb5 axb5 40.cxb5 cxb5 41.Rb2 Ab4 42.Rc2 Rd5 43.Rd1 Ac5 44.Ad2 e3 este avanço a e3 é inevitável. 45.Ac3 Re4 46.Re2 Rf4 47.Ae1 Ad4 48.Rd3 [48.Ah4 Ae5-/+] 48...Ab2 [>=48...Af6 49.Re2 Ag5-+] 49.Rc2?? somente piora a situação [>=49.Re2-/+ poderia ser uma posição de fortaleza bem vunerável.] 49...Af6 50.Rd3 Rf3 51.h4 [51.Rc2-+ não vejo mais esperança na posição das brancas.] 51...Ae5 52.Ab4 [52.b4 a última chance para um contrajogo 52...e2 53.Rd2-+] 52...Ag3 53.Ac5 e2 54.Ab4 e1D 55.Axe1 Axe1 0-1