quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O SACRIFÍCIO POSICIONAL DE QUALIDADE (II)

"O SACRIFÍCIO POSICIONAL DE QUALIDADE"

SEGUNDO TIGRAN PETROSIAN - parte 2


Busto de bronze e granito em Yerevan - 1989 - Homenagem ao herói armênio Tigran Petrosian

Simultânea na Suécia - 1964

Match contra Botvinnik em 1963 - Petrosian conquista o título mundial!

Huebner - Petrosian [B82]
Torneio de Candidatos Servilha (7), 05.1971
[Zaitsev, I / Tal, M/ Toran, R / Pinto, C]


Na linguagem enxadrística denomina-se vantagem da "qualidade" quando um dos bandos trocam a torre por um bispo ou cavalo do inimigo. Nestes casos se diz que tal bando ganhou a qualidade. Dita vantagem material alcança maior importância a medida que se vai avançando a partida até o final, mostra que, geralmente no meio-jogo não representa uma excessiva descompensação porque as torres, peças" pesadas", que atuam à distância e não tem facilidade de movimentos, somente jogam um papel pouco ativo. Isto permite ao bando que tenha esta vantagem, empreender uma política de simplificação em direção ao final, pelas razões expostas, pois com reduzido material representa um problema maior controlar as possíveis penetrações da torre. Existe um tipo de sacrifício posicional baseado nestas considerações, que tem sido praticado com tanta freqüência nas competições Russas que se conhece como "sacrifício soviético". O campeão mundial de 1963 até 1969, Tigran Petrosian é um verdadeiro especialista neste tipo de entrega de material e tem ganho com ele muitas e importantes partidas.Como exemplo de ilustração deste tema a partida que decidiu o match com Hübner. 1.e4 c5 2.Cf3 d6 3.Cc3 nesta linha aberta, a continuação normal é 3.d4. A jogada de Hübner é uma idéia ensaiada recentemente por Larsen e Geller. 3...e6 [na quinta partida deste match, Petrosian jogou 3...Cf6 e depois de 4.e5! dxe5 5.Cxe5 teve que jogar muito preciso para conseguir um empate. Com esta jogada que aqui ensaia, Petrosian se afasta das linhas conhecidas, levando a luta por novos caminhos. ] 4.d4 cxd4 5.Cxd4 Cf6 aqi por inversão de jogadas, se tem chegado a uma posição típica da variante Scheveningen. 6.Ae3 na terceira partida do match, Hübner continuou com 6.Ac4 e passou por momentos difíceis. Por isso ele adota outra das principais alternativas. 6...Ae7 7.f4 Cc6 8.Df3 O plano branco é fazer o roque grande e atacar na ala do rei com os peões(ataque a baioneta). Em particular, foi este o caminho que, ganhei a décima partida de meu match com Larsen em 1965. Petrosian joga a réplica mais forte considerada pela teoria moderna(Tal). [a continuação 8.Ae2 0-0 9.0-0 teria conduzido a posições clássicas da variante elegida por Petrosian.] 8...e5 este avanço é uma idéia do grande mestre russo Suetin, que foi o ajudante de Petrosian no match. Deste modo as pretas têm estabilizado o centro e podem mobilizar facilmente suas peças. 9.Cxc6 [depois de 9.Cf5 Axf5 10.exf5 0-0 as pretas não teriam problemas, graças ao contra-ataque na ala da dama, com a coluna "c" aberta para as suas torres e por seu firme centro de peões. ] 9...bxc6 10.fxe5 [não serve 10.f5 por causa de 10...0-0 , para seguir com a reação central ...d5 no momento oportuno.] 10...dxe5 [depois de 10...Cg4 11.exd6 Dxd6 o jogo entra em fase de complicações táticas. (ou 11...Axd6 ) 12.Af4 Ce5 13.Dg3 Af6 14.Ac4 De7 15.Axe5 Ah4 16.Axf7+ Rf8 17.0-0~~] 11.Ac4 0-0 12.h3 tomando medidas de precaução antes de realizar o roque. [12.0-0 Cg4! 13.Tad1 (13.Ac1 Dd4+ ganhando a peça.) 13...Cxe3! (13...Da5 14.Ac1 (nada resolveria para as brancas 14.Axf7+ , porque depois de 14...Rh8 haveria a ameaça de ...Ae6.) 14...Dc5+ ganhando também a peça, como na linha anterior.) 14.Axf7+ (se 14.Txd8 quando 14...Axd8 com mais do que suficiente compensação pela dama. ) 14...Rh8 15.Dxe3 Db6 meamo indo para um final com um peão de menos, as pretas têm uma boa chance no final. ] 12...Ae6! 13.Axe6 Hübner opta pela troca imediata, que debilita a estrutura de peões das pretas. [teoricamente precipitado. 13.Ab3 c5 14.Axe6 fxe6 15.De2 c4 16.Dxc4 Ch5|^ dá as pretas uma grande iniciativa pelo peão.] 13...fxe6 14.De2 [se 14.0-0 Cd5! depois da troca do cavalo pelo bispo branco, Petrosian se apoderaria das casas pretas, obtendo um jogo muito satisfatório. por exemplo: 15.De2 Cxe3 16.Dxe3 Dd4 (ou 16...Da5 , com ameaças ...Ac5 e ...Tab8.) ] 14...Tb8 


Talvez o sacrifício de peça tenha mais mérito e consideração do que se pode ver a primeira vista. [14...Cd5!? 15.exd5 Ah4+ 16.Rd1 cxd5] 15.0-0 forte sacrifício temporal de um peão, com o que Hübner dará grande impulso a seu jogo, pois, de uma posição defensiva neste setor, passará a tomar forte iniciativa nele. O defeito na estrutura de peões das pretas, deixa compensação para as brancas o deficit mínimo do peão b2. [15.Tb1 Tb4 16.Dd3 (16.a3? Cxe4!) 16...Td4 17.Axd4 exd4 18.Ce2 Ab4+ 19.Rd1 (19.c3? dxc3 20.Dxd8 c2+ 21.Rf2 Cxe4+ 22.Re3 Ac5++-) ; 15.b3? Da5 (15...Ab4-/+) ] 15...Txb2 16.Tab1 Tb4! uma fina jogada, neutraliza a coluna. Depois de [16...Txb1 17.Txb1 Da5 18.Dc4! as brancas exerceriam um forte domínio. ] 17.Da6 [17.Txb4 Axb4 18.Dc4 Da5=/+] 17...Dc7 18.a3! muito forte, sempre em vista do controle da coluna aberta. [18.Axa7 Ta8!; 18.Dxa7 Dxa7 19.Axa7 Ta8 com reação enérgica das pretas. (ou 19...Tc4 ) ] 18...Txb1 [não existe razão para jogar 18...Tbb8 19.Dc4 a3 é intocável: 19...Axa3 20.Cb5 Da5 21.Cxa3 Dxa3 22.Ac5] 19.Txb1 o peão está suficientemente compensado. Aqui Petrosian ofereceu empate, pois contava continuar com 19....Tb8. Hübner não aceitou a proposta e então Petrosian decidiu embarcar em uma sutil defesa que, aparentemente passiva, porém com muito "veneno". 19...Ta8 Petrosian não teme a invasão da torre na 7a fila. Depois de 20.Td7 Dc8 e as peças brancas estão mal coordenadas. As pretas não têm mais razão de temer o plano escolhido por Hübner. [19...Tb8 20.Txb8+ Dxb8 21.Dxc6+/=] 20.a4 h6! Para afastar o rei da primeira fila, chave da manobra tática que Petrosian tem elaborado.


21.a5? Hübner desliza por terreno perigoso. Como Petrosian disse após o jogo, desagradavá-me muito o final surgido depois de [21.Db7 Dxb7 22.Txb7 Ad8 23.Txa7 Txa7 24.Axa7 Aa5 25.Cd1! Cxe4 26.Ce3 apesar das pretas terem o peão extra, somente as brancas têm chances de vencerem. Hübner desconhecia esta favorável possibilidade.] 21...Rh7! a manobra se realiza justamente a tempo. Hübner não percebeu que sua penetração chegará atrazada. 22.Db7 


Nesta situação a troca de damas certamente favorece as brancas e torna-se muito ameaçador,pois depois da captura do peão a7, o seu peão de "a" já está bastante adiantado. 22...Dxa5!! um sacríficio de qualidade típico de Petrosian, que já ganhou muitas partidas ao longo de sua carreira com este tipo de procedimento estratégico e tático. A chave reside na colocação do rei em h7 e a torre não é capturada com xeque(Toran). [22...Dxb7 23.Txb7 Ad8 24.a6 Aa5 25.Ca4 Cxe4 26.Txa7+/- . Mas com seus últimos dois movimentos, Petrosian tem preparado um sacrifício de qualidade, que rapidamente muda o caráter do jogo(Tal). ] 23.Dxa8 Dxc3 curiosamente no match de 1966, Petrosian com Spassky, houve uma situação muito similar. Lá também nos seis primeiros jogos houve empate e na sétima partida Petrosian ganhou a iniciativa com um sacrifício de qualidade levando a uma vitória convincente(Tal). 24.Dxa7 Cxe4 aqui foi Hübner que ofereceu empate, pois Petrosian rechaçou, já que os peões compensam a qualidade amplamente a qualidade cedida. 25.Tf1 isto é o carimbo do urso em desespero. Simplesmente o caminho para o empate era: [25.Dxe7 Dxe3+ 26.Rh1! (26.Rh2? Dg3+ 27.Rh1 Cd2!=/+ dificilmente terá as pretas condições de ganho. ) ] 25...Ah4 provoca a penetração da torre na sétima e desprotege seu rei. Lembre-se a segurança do rei é o principal elemento da análise posicional(Pinto, C). [>=25...Cg3 26.Tf7 De1+ 27.Rh2 Cf1+-/+ (27...Cf5 28.Af2 Dd2 deveria ser mais vigoroso(Petrosian). 29.g4 (29.Ag3 Dd6 30.Da1 Cxg3 31.Rxg3 Rg6 e a posição das brancas têm muitos problemas. ) 29...Rg6) ] 26.Tf7 Af6 27.Rh2 Dxc2 28.Dd7 Db3! 29.Af2 o grande mestre alemão perde novamente a continuação mais forte. [>=29.Tf8 Dxe3 (29...Ah4 30.Df7! Ag3+ 31.Rh1 Cf6 32.Da7! Db1+ 33.Ag1 Dg6= sugerida por Tal.) 30.De8 g5 31.Df7+ Ag7 32.Dg8+ Rg6 33.Df7+= Hübner poderia rechaçar uma posição onde as pretas não têm nada realmente. ] 29...Dd5! Naturalmente a troca de damas favorece agora as pretas, que esdobraria o peão do rei, obtendo uma massa de peões passados que decidiriam a luta. [29...Cxf2 30.Txf6 seguido de 31.Tf7 com reação. ] 30.Da7 Dd2 [30...c5!? 31.Td7 Dc4-/+] 31.De3 Dc2 o procedimento concreto do jogo tem despreendido muita energia de ambos os jogadores, de tempo em tempo novos problemas vão aparecendo. Uma verdadeira batalha psicológica!(Pinto, C). [>=31...Dd5 32.Ag1 c5] 32.Ae1 c5 33.h4 c4 34.Tc7 Dd3! 35.Df3?(+) [>=35.Dh3! Dd5 36.Dg4 e a igualdade se manteria. ; 35.Dxd3 cxd3 36.Td7 Cc5 37.Tc7 Cb3!-/+ , com dupla ameaça de d7 ou e4] 35...Db1 36.De3 [36.Txc4 Cd6 37.Tc7 Dxe1 38.Dxf6 Ce8 39.Dxe6 Dxh4+ 40.Rg1 Cxc7 41.Df5+ Rg8 42.Dc8+ Rf7 43.Dxc7+ De7-+ está ganho o final de damas. ] 36...Cd6! 37.Dd2 Cf5(+) ambos os jogadores estão no apuro de tempo. Um verdadeiro ping-pong(Pinto, C). [37...e4!-+] 38.Txc4 e4 39.Dc2??-+ horrível erro! [39.De2 Db5 com chances de empate para as brancas.] 39...Dxe1 40.Txe4 Ae5+ e as brancas abandonam. Petrosian rapidamente comentou: "este é o primeiro xeque ao rei de Hübner que realizo na partida e certamente o último. Após esta partida Hübner abandonou o match, ainda faltando três partidas, alegando exaustão nervosa. Esta batalha foi realmente a causadora do choque psicológico em Hübner. O efeito psicológico do sacrifício de qualidade, no lance 22....Dxa5, foi com certeza o fator de desequilíbrio de Hübner(Pinto,C). 0-1

 

Spassky - Petrosian [A46]
Campeonato Mundial - Moscow (7), 1966
[Tal, M/ Pinto, C]

 

1.d4 Cf6 2.Cf3 e6 3.Ag5 d5 4.Cbd2 Ae7 5.e3 Cbd7 6.Ad3 c5 7.c3 b6 8.0-0 Ab7 9.Ce5 [9.a4!?] 9...Cxe5! [9...h6 10.Axf6 Axf6 11.Da4 Axe5 12.dxe5=] 10.dxe5 Cd7 11.Af4=/+ Este movimento é efetivo quando as pretas têm feito o roque pequeno e as brancas não têm rocado. Aqui, entretanto, é somente causador de problemas. [>=11.Axe7 Dxe7 12.f4 0-0=] 11...Dc7 [as pretas podem jogar diretamente 11...g5 12.Ag3 h5 .] 12.Cf3 [12.Dg4? pedem uma peça. 12...g5 13.Axg5 (13.Ag3 h5) 13...Tg8 14.h4 h6] 12...h6! [é importante a contagem do tempo - 12...0-0-0 13.h4 h6 14.h5 (uma típica idéia na Defesa Francesa) fazendo difícil o caminho para as pretas abrirem linhas satisfatoriamente na ala do rei. ] 13.b4-/+ [13.Ag3!?=/+; 13.h4 g5 abre linhas para o preto com vantagem.] 13...g5! [13...cxb4 14.cxb4 Axb4 15.Cd4© . Depois 15...a6 16.Dg4 g5 17.Ag3 jogando contra b4 e e6, e ainda com o avanço f4. ] 14.Ag3 h5 


15.h4 [15.h3 g4 16.hxg4 hxg4 17.Ch2 Cxe5 18.Ab5+ Rf8 19.Cxg4 Ad6 é bom para as pretas. ] 15...gxh4 ao invés de 15....g4, com o plano de ganhar o peão e5, as brancas permitem gerar iniciativas perigosas. 16.Af4 [16.Cxh4 Cxe5 (16...c4 17.Ac2 Axh4 18.Axh4 Dxe5-/+) 17.bxc5 Axc5-/+] 16...0-0-0!-/+ 


[16...Tg8 17.Rh1-+] 17.a4? este movimento tem sido severamente criticado. Entretanto é difícil vê algum progresso das brancas na ala da dama, onde a posiçào do preto é intacta. [17.bxc5!? bxc5 (17...Cxc5!? 18.Tb1) ] 17...c4! foi muito feliz a seu estilo de cautela e segurança, Petrosian bloqueia a ala da dama com ganho de tempo em cima do bispo e deixando as brancas com opçào apenas de defender o ataque que se prepara as pretas fazê0lo pela coluna "g" e no ponto central e5. 18.Ae2?! Spassky rejeita a última chance das brancas lutarem no jogo com: [18.Af5! exf5 de outra forma o bispo vai a h3 bloqueando o ataque preto. 19.e6 Ad6 20.exd7+ seguido de Dd4.] 18...a6 


Com este último lance profilático, as pretas fazem hábil e certamente uma estrutura posicional de bloqueio na ala da dama.. Agora focalizará seu ataque contra o rei inimigo branco. 19.Rh1 Tdg8 20.Tg1 Tg4 21.Dd2 [21.Dd4 Tg6-/+; >=21.Ch2 com mais possibilidade de luta. ] 21...Thg8 22.a5 b5 23.Tad1 Af8 pretas ameaçam 24....f6 25.Dd4 Cb8! seguido de ...Cc6. [23...T4g6 24.Ah2-/+] 24.Ch2 


[24.Dc2 Aa8-/+] 24...Cxe5! um maravilhoso sacrifício de qualidade para liberar a avalhanche de peões pretos. [24...T4g7 25.Dd4-/+] 25.Cxg4 hxg4 


26.e4 [26.Dd4 Ag7-/+] 26...Ad6 [26...dxe4?? 27.Axe5 De7 (27...Dxe5 28.Dd8#) 28.Df4+-] 27.De3 [27.Ah6 Tg6-/+] 27...Cd7=/+ [>=27...dxe4!? 28.Dd4 Ad5-+] 28.Axd6 Dxd6 29.Td4-/+ bloqueando o jogo. [29.Dd4 g3=/+; 29.f4 f5 30.e5 daria um caminho para lutar pelo empate.] 29...e5 30.Td2 f5 31.exd5 [31.exf5 Cf6 32.f3 (32.Dh6? Ce4!) 32...Ch5 33.fxg4 Cg3+ 34.Rh2 e4-/+] 31...f4-/+ o preto prepara g3. [31...Cf6 32.Tgd1 Ce4 33.Ta2-+] 32.De4 Cf6 33.Df5+ Rb8 34.f3-+ [34.Tgd1!?-/+; 34.De6 Dxe6 35.dxe6 Ce4!] 34...Ac8 [34...h3 35.fxg4 e4 36.g5 (36.gxh3?? capturar o peão é um erro 36...Ac8 37.Dxc8+ Rxc8-+) 36...hxg2+ 37.Txg2-+] 35.Db1 [35.Dc2 h3 (35...Cxd5 36.fxg4 Ce3 37.Txd6 Cxc2 38.Tb6+ Rc7 39.Af3+/=) 36.gxh3 Th8 (36...gxh3?! 37.Txg8 Cxg8 38.Af1=) 37.fxg4 Txh3+ 38.Rg2 Cxd5 39.Txd5 Tg3+ 40.Rf2 Dxd5 41.Txg3 fxg3+ 42.Rxg3 Ab7=] 35...g3-/+ [35...h3 36.fxg4 hxg2+ 37.Txg2-+] 36.Te1 [36.Axc4 h3 37.Tgd1-+] 36...h3 [36...Cxd5?! 37.De4 Ab7 38.Ted1=/+] 37.Af1 


[>=37.gxh3 Axh3 38.Da1-+] 37...Th8! touché! 38.gxh3 Axh3 [38...Cxd5?! é claramente pior 39.De4 Axh3 40.Axh3=] 39.Rg1 [39.Axh3 Dd7-+] 39...Axf1 [39...Cxd5? não parece boa devido 40.Axh3 Txh3 41.De4+-] 40.Rxf1 [40.Df5 não é jogada salvadora. 40...g2! selando o destino do oponente 41.Txg2 Axg2 42.Rxg2 Te8-+] 40...e4 [>=40...Cxd5 parece bastante fácil 41.De4 Th1+ 42.Rg2 Th2+ 43.Rg1 Txd2 44.Dh7-+] 41.Dd1 [41.Re2 es una última esperanza 41...Th2+ 42.Rd1 Cxd5 43.Rc1 Txd2 44.Rxd2 Cxb4+ 45.Re2-+] 41...Cg4!? [>=41...Dd7! o preto tem ao seu alcance a vitória 42.Dc1 exf3-+] 42.fxg4 


[42.Txe4 Dh6 43.Tg2 Dh1+ 44.Tg1 Ch2+ 45.Re2 Dxf3+ 46.Rd2 Dxe4 47.Rc1-+] 42...f3! 


43.Tg2 a única possibilidade do branco é devolver material. 43...fxg2+ [43...fxg2+


44.Re2 Df4-+; 43...Th1+ 44.Tg1 Dh6 45.Dxf3 Txg1+ 46.Rxg1 exf3 47.Te8+ Rc7 48.d6+ Rxd6 49.Td8+ Re7 50.Te8+ Rxe8 51.g5 Dh2+ 52.Rf1 Df2#] 0-1

 

Petrosian - Loginov [E92]
Spartakiad - 8th URSS Moscou (3), 07.1983

[Pinto, C]

Esta é possivelmente uma das últimas variante Petrosian contra a India do Rei, que jogou Petrosian antes de sua morte. ë uma partida típica de seu estilo posicional, aonde esteve presente seu selo. A entrega da qualidade, desfrutemos esta magnífica partida. 1.c4 g6 2.e4 Ag7 3.d4 d6 4.Cc3 Cf6 5.Cf3 0-0 6.Ae2 e5 7.d5 


a variante criada por Petrosian 7...a5 [outras possibilidades neste momento é 7...Cbd7 e também 7....Ca6] 8.Ae3 Esta é uma jogada moderna, o tradicional [8.Ag5 por que espera ganhar um precioso tempo com a resposta 8...h6 , posto o que o peão de h6 poderia ser atacado em pela Dc1, obrigando por forçar a colocação do Rh7 ou profocar debilidades no roque preto ao avançar g5. ] 8...Cg4 se as pretas não realizam este movimento as brancas responderiam imediatamente com Cd2, como regra geral as brancas podem situar o bispo em e3 ou o cavalo em d2, pois quando sào capazes de conseguir a situação a situaçào de ambas as peças, então a colocação das peças brancas é favorável. 9.Ag5 f6 10.Ah4 o bispo pode também ser deslocado para c1 ou d2 10...De8 11.Cd2 f5?! esta jogada é duvidosa porque deixa o bispo de casas pretas passivo, por detrás da cadeia de peões [11...Ch6 seguido depois 12....f5] 12.Axg4 


Esta oportunidade não se pode deixar passar, Trocar o bispo mal pelo cavalo, nos quais são muito bons nas posições cerradas. 12...fxg4 13.Ag5 o bispo volta a vida, que dizer ao centro. 13...Ca6 14.Ae3 Ad7 15.0-0 não há perigo o peão de g4 paraliza, a iniciativa das pretas no flanco rei. 15...Tf7 16.De2 De7 17.b3 jogada necessária para realizar o avanço b4 e ganhar espaço no flanco dama. Jogar de imediato a3 seria mal já que as pretas poderiam jogar a4 e paralizariam o avanço. [17.a3?! a4!] 17...Taf8 18.a3 Dh4 19.Tab1 Tf6 as pretas iniciam a preparação para o translado até a coluna "h". 20.b4 axb4 21.axb4 g5 22.g3 jogada necessária para paralizar a iniciativa preta. 22...Dh5 [se 22...Dh3 as brancas capturariam o peão de g5, impedindo que a torre se incorpore ao ataque na coluna "h". 23.Axg5+/-] 23.Tfc1 deixando livre a casa f1 para o cavalo de d2, que defenderá o ponto h2. 23...c5 24.bxc5 Cxc5 observem os bispos pretos, são simples expectadores na posição, seus próprios peões impedem sua mobilidade. 25.Tb6! Ac8? 


As pretas não se dão conta da intenção de Petrosian, o correto era retirar a torre de f8 da diagonal a3-f8. 26.Txd6! 


26...Txd6 27.Axc5 Th6 28.Cf1 a entrega da qualidade serve para obter peões móveis no flanco dama, mostra que o cavalo sozinho pode neutralizar a iniciativa preta na coluna "h". 28...Tff6 29.Ae3 prepara a casa c5 para o avanço de c4-c5. 29...b6 a ameaça era c5. 30.Ta1 a torre se ativa através da coluna aberta "a" . 30...Af8 31.Ta8 Ad7 32.Da2 a dama é ativada. 32...Tf7 33.Tb8 Tff6 observem como os movimentos das brancas vão amarrando as peças pretas na defesa de suas debilidades. 34.Da7 Ae8 35.Da8 [se podia capturar em b6, pois Petrosian prefere aproveitar o potencial de suas peças para atacar na oitava fila. 35.Txb6 Txb6 36.Axb6 Ab4 37.Aa5 Af8 38.c5+/-] 35...Ad7 36.c5 as pretas abandonaram, é difícil neutralizar o avanço c6. 36.c5 bxc5 37.Axc5 Df7 38.Txf8+ Dxf8 39.Axf8 Txf8 40.Db7 Ac8 41.De7+- ] 1-0

 

Bronstein - Petrosian
27o Campeonato da URSS, 1960

[Pinto, C]

 

A CONCORDÂNCIA DO OBJETIVO COM OS MEIOS 

Quando os meios se acham também subordinados a uma meta há que alcançar em pró desta dita meta de acordo com os meios disponível. Se o jogador elabora um plano estratégico, se vê então obrigado a convencer-se da alcançabilidade da meta fixada e de sua concordância com as essenciais particularidades da posição. As metas demasiadas rígidas ou sua busca sem consideração a os requisitos efetivos da posição serão refutadas pela lógica da luta. Isto explica a importância fundamental que só tem os meios táticos.


A posição é instrutiva. O primeiro jogador há tratado a abertura de modo extravagante, não conseguindo assim nenhuma vantagem. Agora houvesse tido que completar o quanto antes o seu desenvolvimento com 0-0. Em vez de fazê-lo, persegue ao rei preto com um ataque ineficaz, passando por alto uma profunda réplica tática. segue o jogo com: 1.f4? c5 2.Dh5? as brancas têm posto suas esperanças neste ataque. De todos os modos: a jogada do texto vai ser contestada de modo enérgico. [2.Cf3 teria sido facilmente contestado com 2...c4 3.Ac2 Cxf4-/+; 2.Cc2 haveria obrigado as trocas, favorecendo as pretas. 2...c4 3.Axg6+ hxg6-/+; talvez 2.Cb5 seguido de c3-c4, teria sido o menor dos males.] 2...cxd4! o contragolpe decisivo. As pretas imobilizam o ataque das brancas com uma entrega da qualidade e decidem passar sem mais rodeios a contra ofensiva. 3.Axg6+ hxg6 4.Dxh8 dxc3 a dama branca se acha fora de jogo e o rei está exposto sem amparo ao ataque, o desenlasse está certo. 5.Dh7+ Ag7 6.Ae3 [6.f5 De5+ seguido de cxb2 ou Df5, de acordo com o escape do rei branco. ] 6...cxb2 7.Td1 Aa6 8.f5 exf5 9.Dh3 Dc2 10.Df3 Ac4 e as brancas abandonaram. 0-1