terça-feira, 29 de outubro de 2013

O PAR DE BISPOS (IX)

QUANDO O PAR DE BISPOS É MAIS IMPORTANTE QUE A VANTAGEM DA QUALIDADE.
O hábil jogador Boris Gelfand declina de tomar a torre de Grischuk, para manter o forte par de bispos e apoiar o avanço do centro de peões e restringir as peças do seu adversário. Uma estratégia digna do método de restrição de Steinitz.
Esta partida valeu a Gelfand a conquista do Torneio de Candidatos de 2011. Tornando-se o desafiante ao título máximo contra o campeão Anand em 2012.



O MI Roy Reinaldo comenta esta grande partida.