quarta-feira, 27 de novembro de 2013

O ESTUDO DO CENTRO (I)

O Centro é a Alma do Xadrez.
Alexander Alekhine.

A IMPORTÂNCIA DO CENTRO 
Se perguntarem qual o elemento estratégico mais importante, responderei que o controle do centro é primordial para discussão de qualquer aspecto do jogo posicional. O conceito de estratégia tem em  primeira questão a tornar-se familiarizado com o sentido e a função do centro. O centro faz parte do tabuleiro, composto de quatro casas - e4, d4, d5, e5. O chamado "centro expandido ou ampliado", que reúne 16 casas. As Casas centrais e4 , d4 , e5 , d5 são muito importantes . Como a altura que parece ser bom em todo o campo de batalha, pois é mais fácil de dar um golpe nocauteador ou golpe final em qualquer lado do tabuleiro. Conceitos como "luta pelo centro ", " controle do centro ", " minar o centro " também refletem os momentos cruciais da batalha e são bem conhecidos dos jogadores de xadrez qualificados.



Em vermelho estão as casas do centro propriamente dito. 
Em verde as casas do centro ampliado ou expandido.
OS GRANDES JOGADORES TÁTICOS OU POSICIONAIS NUNCA NEGLIGENCIAM O CENTRO
Paul Morphy e suas combinações brilhantes tinha como essência a atividade e centralização das peças.



Petrosian, como discípulo de Nimzowitsch, tratava o centro de forma catedrática. 

O CONTROLE DA CASA "d5"


O genial Capablaca foi o jogador de maior talento natural da história do xadrez. 

Suas partidas são de uma perfeição técnica extraordinária, uma visão de jogo perfeita. Abaixo uma de suas partidas, em que controla de forma magistral o centro do tabuleiro.

O GM Damian Lemos comenta a partida de Capablanca.