quinta-feira, 12 de setembro de 2013

UM TIRO NA NOITE


Jack Terry (John Travolta) é um sonoplasta que trabalha no momento em Frenesi na Universidade, um filme B de uma companhia da Filadélfia. Ao tentar à noite conseguir novos sons, grava por acaso um estouro de pneu. Acontece que este acidente provocou a morte do governador George McRyan e todas as pesquisas indicavam que ele seria o novo presidente. Ouvindo a fita depois com atenção, Jack se convence de que o verdadeiro motivo que provocou o acidente no carro de McRyan não foi simplesmente um pneu estourado, mas sim uma bala que provocou este estouro. Logo depois fica-se sabendo que Manny Karp (Dennis Fraz), um fotógrafo, filmou todo o acidente (alegou que estava no local testando um novo filme) e em pouco tempo uma revista é lançada mostrando os frames da morte de McRyan. Assim, Jack compra um exemplar e tenta dar uma seqüência naquelas imagens, mas para tentar elucidar o que realmente aconteceu pede ajuda a Sally Bedina (Nancy Allen), uma passageira que salvou do carro acidentado. Sally estava trabalhando com o fotógrafo Manny Karp para desacreditar McRyan, pois ela conduziria McRyan para uma posição comprometedora e Karp então o fotografaria. Assim, Jack pede a Sally que consiga com Karp o filme original do acidente, pois se pudesse sincronizar com a fita de Jack poderiam ajudar a provar a existência de um tiro. Infelizmente, este filme também está sendo procurado por Burke (John Lithgow), um psicopata que realmente atirou no pneu e agora planeja eliminar a evidência e Sally, a testemunha chave